Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Bolero de Ravel - por Esther Rogessi

.
.

.
.
.
Enquanto lá fora o mundo ferve,
em meio aos frevos, marchas e ritmos outros...
Deleito-me no silêncio... busco paixões, tais quais a poesia e a música...
Ouço “Bolero de Ravel” (Beethoven, Mozart, Vivaldi)
Fecho os olhos... respiro e aspiro o ar, como que a absorver tão lindos acordes,
tão bela melodia... Ora frenética, ora suave...
Ergo a cabeça, nesse êxtase musical, como que águia preparando-se para alçar voo...
A minh’alma se faz uma com eles... tenho às mãos uma batuta invisível...
Com ela - a música -, e/ou elas - música e poesia.
Bach, Bethoven, Ludwing van, André Rieu, Johann Strauss... Castro Alves,
Adélia Prado, Clarice Lispector... Milhares e milhares... d’almas repletas do invisível,
do dom maior, não importa os seus conflitos existenciais, prevaleceu a essência...
São imortais!
.
.
.Visitem Esther Rogessi
Wolfgang Amadeus Mozart, Antonio Vivaldi, Maurice Ravel, Ludwig van Beethoven, Johann Sebastian Bach.

Nenhum comentário: