Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Tô Tentando - por Fatinha

Querido Brógui:

Procuro sempre me inserir dentro do grupo, ainda que negue veementemente essa minha necessidade de aceitação. Sempre mantenho a maior pose de quem-quiser-que-me-aceite-do-jeito-que-sou. Maior caô. Tenho em mim tatuada ainda a lembrança da adolescente que fui, meio gordota, cabelinho mau-com-Deus, tímida e nada, nem um tiquinho de nada, popular.
Por conta desse trauma de adolescente, vem o esforço de ser mais ou menos como todo mundo. Seguir as modas, não soltar nenhuma pérola politicamente incorreta, misturar-me à população local, seja lá qual for a população local.
No entanto, de vez em quando não dá. Vez por outra recebo uns olhares fulminantes, daqueles que me fazem sentir qual o mosquitinho do cocô do cavalo do bandido. Pequeninha, ridícula, uma coisinha à toa.
Um desses momentos é quando confesso humildemente que não tenho Orkut. NÃO TEM ORKUT? Não, digo eu, me desculpando por ser tão insignificante. Tenho meus motivos para não participar do que todo mundo participa, mas todo mundo acha que todo mundo tem que fazer o que todo mundo faz.
Outros momentos mosquitinho são quando confesso que não sei nadar e que não tenho passaporte. COMO ASSIM? Desculpe, não posso viajar de barco para fora do país. Mas, embora não saiba voar, posso viajar de avião, desde que não ultrapasse a fronteira.
Também não bebo e nunca fumei maconha. COMO? Tudo bem eu sou uma chata careta. Em compensação, posso levar uma dura de qualquer PM na madrugada. Tá bem. Essa opção não é mais saudável que as drogas.
VOCÊ NÃO FUROU A FILA E AINDA DEVOLVEU O TROCO QUE A MOÇA DEU ERRADO? Desculpe, “mas não posso, não devo, não quero viver como toda essa gente insiste em viver e não posso aceitar sossegado qualquer sacanagem ser coisa normal”.
NÃO TEM CÂMERA DIGITAL? Desculpe, não tinha nem daquela de filme…
OK, então eu confesso: sou uma marginal, mas tô tentando deixar de sê-lo. Comprei um pen drive essa semana, meu celular tem câmera que eu juro que ainda vou aprender como funciona, falo palavrão e como fritura.


Postado, originalmente, em 25/08/2008.
.
.
.
Visitem Fatinha
.

Um comentário:

A. Nunes disse...

Muito legal as suas palavras no "Querido Brógui'... Rs... Parabéns!