Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Ele Manda e Você Obedece! - por Yuri

Ele (destino) manda e você obedece!Quando você pensa que já está tudo bem, que tudo se resolveu, que não precisa mais de nenhuma palavra, nada a falar, que você só tem de atender o destino: seguindo...
É aí que tudo se complica. E é ai que você se engana.
Nada está salvo.
Ela chega e resgata o pisado passado amor.
É tudo tão incerto. Você já é hoje mais maduro, e todos sabem disso!
Ela chega com aquele jeitinho de sempre, encantador.
Olhar de fora tudo parece ser tão fácil!: Ah... se quebrar conserta! Se começar o incêndio joga água depois...
Mas acontece que é tão fácil falar do coração alheio se você nunca chegou perto de sentir aquilo.
Se você nunca chegou perto de tocar aquilo... de sentir o fôlego acabando em seus ouvidos... da pessoa que você mais ama.
De fora tudo parece ser tão fácil, mas eu sei, você sabe que não está tudo ok, que está tudo bem quebrado por aqui. E eu não acho isso legal! Pode apostar?!
Eu acreditei como nunca havia acreditado e você me tratou como seu garotinho, “sua cria”, como disse uma vez.
Mas os menores também chegam a ter sentimentos, e eles chegam a sonhar como um dia houve algo, e eles também se cortam por dentro.
Tentam ir com suas próprias asas, mas acontece que sempre há as mãos sujas para cortá-las no meio da decolagem...
E não há nenhuma massagem pra amenizar a dor e deixar tudo bem mais tranquilo por aqui, não há nenhuma maquiagem fixa que possa disfarçar o quanto tudo está quebrado por aqui.
Eu pensei que era tão fácil tentar ouvir, agarrar e conseguir seu coração.
Mas eu não me dei bem no verdadeiro jogo do amor.
Antes de você achar que tudo poderia acontecer, que você sentia falta do que nunca houve em sua vida... então é bem pior quando você já passou por aquilo, daí você sente a real falta, e pode apostar que essa dói bem mais.
E eu não quero passar por essa história 2.0, eu quero ficar longe, cair fora desta vez!
E eu antes pensando que era tudo tão fácil, como fui tolo! mas eu tentei.
Foi tão confuso! Complicado! Mas eu tentei. Eu amei. E os pedaços não se juntaram ainda...
A poeira do tempo ajuda bastante a uni-los de volta.
Quando sua cabeça tenta se ver livre, onde você não pode controlá-la ela sonha livre.
E eu pensando que era você que eu iria apresentar para toda aquela gente. Que iria ser como um filme, de melhores amigos que se tornaram grandes amantes...
Foi tudo tão feliz, vivendo-o, esperando, aquela expectativa, o friozinho na barriga, aquela arrepiada quando ela se aproxima. rs
Mas você sabe que não resta nenhuma amizade, nem um filme, nem melhores amigos, eu não consigo mentir quando estou ao seu lado.
E você sabe que não estamos felizes separados, estamos tentando, empurrando nossas vidas e deitando e pensando um no outro no mesmo instante como deveria ser, o filme, os melhores amigos que se transformam em grandes amantes e querem gritar que se amam, ficamos apenas imaginando como seriam nossos planos, um dia feitos e largados ao vendo que hoje parece ser tão pendente.
Você lembra bem como eu sou, meu jeito, meu nome, minha imagem, meu sorriso, meu olhar, o contorno de meus lábios e meus gostos...
E sei que você sente falta disso tudo! E eu também sinto dos seus e tento me enganar, mas eu não consigo mais mentir.
Quando ouço aquelas músicas fico tão conectado a você, na verdade sempre estás em meus pensamentos.
Mas eu sei que você sente minha falta e é tão ruim eu não poder cantar a vitória, porque ela simplesmente não existe, como vocês podem ver.
Olhe pra mim e me diga: o que vê de errado? O que ele tem que não tenho? - já me pergunto.
Olhe pra mim agora e se decida, e se você o preferir, quero que sejam felizes, mas que esqueça de mim.
E olhe pra mim novamente e veja o que estás perdendo.
Eu não quero voltar a sua casa para tentar consertar as coisas, deixarei que você me procure quando organizar suas ideias.Eu morro de vontade e sei que você também, mas a mistura do passado que você não deixa morrer dentro de você... isso nos desune.
Eu gravei sua face e você a minha, como as mais finas vistas um pelo outro. Eu sou seu anjo! Deixa-me te guardar em meus braços, em minha proteção, deixa-me ir contigo, te levar comigo, sem sua mistura passada! Ela já venceu. Pode apostar?! Mas isso só você tem de sentir. Eu não posso te fazer enxergar com meus olhos, até porque você seria o rei da selva!
Não quero me esquecer do luxo de seus braços, aquele cheiro tão doce. Você foi o primeiro no mundo a conseguir retirar minha alma de mim com um só olhar. E hoje você me obriga a voar. As pessoas sabem que tudo é confuso e que eu não o farei...
Mas você se obriga a ficar quando as portas estão trancadas com grandes cadeados fortes e você se obriga a sair quando te enxotam com a vassoura e a porta está arreganhada dizendo: venha!
E sou eu que tenho de voar agora.



Visitem Yuri
.

Um comentário:

Ana disse...

É isso mesmo, Yuri: quando o destino manda, só nos resta obedecer!

Gostei muito de algumas imagens que você colocou aqui.
Beijo.