Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Múmia - por Leo Santos

Sem a vara de Moisés, sangue nas águas,
corre o rio, ou correm mágoas?
Suporta ácidos, e tantas máculas,
Ainda a mordida, de tantos Dráculas.

Segue sereno, só por seguir,
se fezes navegam, não vai resistir;
quando o homem tem sede, está bem ali,
mas se é muita sede, não está nem aí…

Doa cascatas, empresta espelhos,
pra Narcisos, ou monstros quaisquer;
sentenciado, estoico, bebe a cicuta,
e não chama ganância de bela mulher.

Executado, seu fantasma assombra.
então os peixes, morrem de medo;
sepulto no próprio leito, cova rasa,
múmia exposta, tétrico brinquedo…



Visitem Leo Santos
.

Um comentário:

Ana disse...

Leo:
Sinistro... Muito bom! Adorei!
Beijo.