Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




segunda-feira, 22 de novembro de 2010

O Quarto - por Ana

O quarto é algo engraçado,
Traz à mente tanta idéia…
Eu penso logo em Lucíola
E também na Macabéa.

Pode ser soturno, feio,
Amplo, bonito, arejado,
Com florzinhas cor-de-rosa,
Ou com tranca e cadeado.

Porém o mais importante
É que ele seja, pra ti,
O espaço de liberdade
Onde sonha, chora e ri.

Não importa o que está fora,
Não importa se está preso,
É nele que deve traçar
As rotas de fuga ou desejo.

A mente não tem paredes,
Não deve desistir, julgar,
E é dentro do seu quarto
Que ela deve te guiar

Pelos meandros da vida
Que você acha interessantes,
Que vão te trazer prazer
E te fazer importante.

Importante pra você,
Para os outros, para o mundo…
E o quarto é o jardim secreto
De solo farto e fecundo

Em que planta o que será
Se não gosta de onde está,
Quando quer mais da vida
Ou tem que reconsiderar…

Deixado, então, meu recado,
É com tristeza que parto,
Dizendo tchau, foi um prazer…
E agora vou pro meu quarto

Que não faz parte da casa,
Que não tem parede, porta,
Que é recanto dentro de mim,
Onde só entra o que me importa.
.

Nenhum comentário: